Simplesmente Martha X Sem Reservas!

Por sexta-feira, 24 de outubro de 2014 , ,


Cozinheiro cinéfilo usa o tempo livre pra curtir um bom filme gastronômico, né? Eu não sou diferente! Tem longa, inclusive, que eu já assisti umas 50 vezes! Adoro! Ainda mais porque já conhecendo bem a história (e sabendo todas as falas de cor e salteado) fica mais fácil prestar atenção nos detalhes! E esses dois exemplares das fotos aí de cima são ótimos exemplos de como funciona a vida de um Chef.

Sem Reservas” (“No Reservations”) e “Simplesmente Martha” (“Mostly Martha” ou “Bella Martha”) são dois filmes, praticamente, iguais. “Sem Reservas”, de 2007, é re-filmagem do original (alemão/italiano) “Simplesmente Martha”, de 2001.

Firmeza ao montar o prato é fundamental! E a Chef de "Sem Reservas" deixa isso bem claro...
Os longas retratam os dilemas de uma Chef workaholic que tem a gastronomia como único interesse de vida. Cenário que muda, drasticamente, com a morte da irmã dela e a adoção, involuntária, da sobrinha pré-adolescente.

A sobrinha não gosta nenhum pouco das preparações feitas pela Chef...
Em meio aos conflitos de família, o espectador se encanta e, algumas vezes, até se entristece por conta do papel que a comida ocupa na vida dessa Chef.

As lindas imagens dos pratos (impecáveis!!!), o retrato fidedigno do trabalho (nada glamoroso) em uma cozinha profissional e o enredo convincente fazem da história merecedora de ser vista até por quem não curte cozinhar.

Assistindo ao filme "Sem Reservas"  fica difícil não se encantar por esse mundo!
Agora, se você me perguntar qual dos dois assistir a resposta é simples: os dois!!! “Simplesmente Martha” porque apresenta uma ambientação de cozinha mais realista e um coadjuvante (o sous chef) mais charmoso e sensível da telona, interpretado pelo ator Sergio Castellito.

Esta, pra mim, é a cena mais bela de "Simplesmente Martha". Não me canso de ver!!!
Já em “Sem Reservas” o ponto alto são os próprios atores, com destaque para brilhante atriz Abigail Breslin, de “Pequena Miss Sunshine”, no papel da sobrinha dando um show de interpretação!

Sou muito fã dela!!!. E Catherine Zeta-Jones que, além do charme, consegue imprimir à personagem todas as neuras de uma conceituada Chef.

Em "Sem Reservas" o conflito de egos se transforma em amor...
Reflexão importante para quem vive nesse mundo tenso e, algumas vezes, até cruel…

Isso, você não entendeu errado. Quem já trabalhou numa cozinha profissional sabe bem que lá "repetição" é palavra de ordem. E fazer a mesma coisa infinitas vezes não é tão divertido quanto parece.

"Simplesmente Martha" deixa claro que para seguir a profissão, além de dedicação, tem que ter muito amor! 
Chega um tempo que você percebe que não está criando, nem inovando e nem aprimorando nada. Virou uma linha de montagem semelhante ao da indústria automotiva. E é nessa hora que você pensa: é isso mesmo que eu quero da minha vida? 

Bem, comigo foi assim e acho que foi por isso que eu me identifiquei tanto com esses dois longas... Espero que você goste também!

LEIA TAMBÉM:
. Chef, um road movie sobre food truck!
. O Tempero da Vida!
. Orgulho de ser cozinheira!
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gostou desta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo!

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

4 comentários

  1. Adorei a análise.
    Vi o "Simplesmente Martha" e neste momento vendo o "Sem reservas". Rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que você gostou! Obrigada! Eu, particularmente, gosto mais do Simplesmente Martha... Mas os dois filmes são incríveis! Retratam, com muita sensibilidade, a realidade de uma cozinha profissional. Abraços!

      Excluir
  2. "Simplesmente Martha" é fantástico, sensível. Já "Sem Reservas" apesar da beleza e charme da Catherine Zeta Jones, é muito comercial e tem muitos clichês. Os dois são bons, mas incomparáveis!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Douglas! Tudo bem? Concordo com você! "Sem Reservas" é, realmente, muito comercial. Mas eu acho que, ainda assim, tem seu charme... Gosto dos dois mas tenho predileção por filmes europeus. Então, pra mim, "Simplesmente Martha" sempre vai ganhar! Rsrs... Muito obrigada pelo seu comentário. Abraços!

      Excluir