Conserva de Jiló!

Por sexta-feira, 31 de outubro de 2014 , ,


Inventei essa receita meio que por acaso. Na casa da minha mãe, lá em Nova Lima, tem uma horta linda cuidada com muito amor e carinho por nosso querido jardineiro, o Pedro.

Nós plantamos um pouco de tudo. E, mesmo sendo pequena, a horta acaba sempre produzindo mais do que conseguimos consumir. Foi o que aconteceu com o jiló: amadureceu e não o colhemos. Aí ficou aquele fruto lindo no pé. Bem vermelho! Nunca tinha comido jiló maduro, mas resolvi colhê-lo e testar uma preparação!

Jiló maduro direto da horta da mamãe, em Nova Lima!
E ficou uma delícia! Segui a mesma lógica da minha receita de conserva de berinjela. Muito fácil de fazer!

Para uma quantidade que serve bem duas pessoas você vai precisar:

- INGREDIENTES:
. 4 jilós maduros (e vermelhos)
. 50 ml de azeite
. um punhado de salsinha
. 1 cebola picada em cubos (brunoise)
. 100 gramas de passas brancas
. 1 pimentão amarelo picado em cubos (brunoise)
. 1 colher de sopa de aceto balsâmico
. sal e pimenta do reino para temperar

Não substitua o azeite por óleo, ok? Foto: Foodista/Flickr
Ingredientes separados, panela no fogão e mãos à obra! Em fogo médio, coloque o azeite, o sal (eu só uso o meu Tempero Verde) e a cebola. Quando ela começar a murchar, acrescente os pimentões e o jiló. Mexa bem.

Coloque o aceto balsâmico e cozinhe a mistura por uns 3 minutinhos. O suficiente para deixar os legumes macios e reduzir a acidez do vinagre.

Se não tiver salsinha pode usar a cebolinha da horta!
Em seguida, coloque a salsinha picada (se você preferir, pode substituí-la por coentro ou cebolinha), as passas e a pimenta do reino (de preferência, moída na hora).

Desligue o fogo, prove e, se necessário, coloque mais sal. Pronto! É só servir, quente ou frio, como acompanhamento de pães (o meu integral é uma delícia), biscoitos ou até mesmo de massas.

Melhor usar o pimentão verde orgânico que o amarelo do supermercado.
Detalhe: eu nunca encontrei, em nenhum hipermercado ou feira, jiló vermelho. Fiz essa receita porque tenho um pé de jiló em minha horta.

Também não sei se o jiló verde que conseguimos comprar acaba ficando vermelho se deixarmos lá na geladeira por muito tempo. Nunca fiz esse teste, mas confesso que, escrevendo esse post, fiquei curiosa e vou testar. Assim que tiver o resultado conto pra você!

Vovó Neném adora a horta da mamãe e sempre que pode vira ajudante do seu Pedro!
Ah, caso você não consiga fazer com jiló aproveite a receita substituindo o legume por outro de sua preferência, ok?

Pra mim, fica muito bom com berinjela e abobrinha. Principalmente quando faço com os legumes da horta da mamãe, cuidadosamente cuidada pela minha querida vovó Neném!

Conserva de berinjela, uma pastinha que combina até com arroz!
E uma última dica: independentemente dos ingredientes nunca se esqueça que cozinhar é muito mais criatividade do que receita! Por isso tente, invente!

O mesmo vale para o acompanhamento da conserva. Você pode servi-la com pães (eu sempre faço o meu de abobrinha) e até mesmo como acompanhamento de um arroz branco num churrasco. Tenho certeza que também vai fazer sucesso!

LEIA TAMBÉM:
. Banana com cara de batata!
. Petisco de moela!
. Frango, quiabo e angu: a receita!
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gostou desta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo!

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

2 comentários

  1. Olá, adorei a idéia. Vou testar hoje mesmo, tenho um pezinho de jiló em casa e vários frutos já estão vermelhos. Sabe me dizer se eu fizer em uma quantidade maior como conservar? Será que aguenta muito tempo fora da geladeira para ter sempre à mesa, sabe?

    ResponderExcluir
  2. Ei, Jaqueline! Que bacana que vc gostou e vai testar! Horta em casa é tudo de bom, né? Seguinte, pra sua conserva durar mais tempo é só seguir uns cuidados como esterilizar o vidro que será usado para colocar a conserva. É bem simples. É só lavar bem o vidro (e a tampa) com detergente neutro e depois deixá-lo imerso, uns 3 minutos, em água fervente. Feito isso, com o auxílio de uma pinça de cozinha ou usando uma luva (a ideia é não colocar a mão no recipiente), coloque o vidro para escorrer, de boca pra baixo, em cima de um pano de prato limpo. Depois de escorrida a água (sem enxugar o vidro) você pode guardar a conserva nele. Mas não deixe a conserva em temperatura ambiente, ok? O ideal é mantê-la sempre na geladeira. A minha chegou a durar 3 meses. É só tomar a precaução de sempre serví-la com uma colher limpa, nunca deixar o vidro destampado e levar a conserva à mesa em pequenas porções, servidas em outro recipiente. Tenho certeza que será um sucesso! Depois me mande as fotos, ok? Precisando, Jaqueline, conte sempre com a gente! Grande abraço!

    ResponderExcluir