Almoçando no Mercado de Manaus!

Por segunda-feira, 24 de julho de 2017 , , , ,

Provando o famoso Tucunaré no Mercado de artesanato de Manaus!
Nosso primeiro almoço em Manaus foi incrível! Seguimos a sugestão do Djalma, o melhor taxista da capital, e fomos provar as delícias da culinária manauara no Mercado Municipal Adolpho Lisboa

Localizado em frente ao porto de passageiros, bem no centro da cidade, o lugar é parada obrigatória, principalmente se você pretende levar pra casa enfeites ou quitute locais.

Fachada do Mercado de Artesanado de Manaus.
Dentro dos portões do Mercado Municipal Adolpho Lisboa.
Variedade, bom preço e atendimento de primeira não faltam por lá!

Difícil é escolher o que levar pra casa! Só artesanato lindo! E com preço justo!
Sem falar na comida: farta e bem feita! Tá, não são muitas opções, afinal lá é uma feira de artesanato. São apenas quatro restaurantes servindo, basicamente, o mesmo cardápio: peixe, baião de dois e farofa. Almoço caseiro e da melhor qualidade! 

Como resistir à tantas delícias? Impossível. Pelo menos pra mim!
E já que a refeição era a mesma, como escolher o restaurante? Simples: fomos lançados pela garçonete! Rsrs... Mesmo porque, hospitalidade é uma característica bem marcante desse povo. Saímos de lá encantados com tanto carinho, sorrisos e boa vontade!

           
Uma atenção que até assusta um pouco quem não está acostumado mas que é, exatamente, tudo o que se espera quando se é visitante de qualquer cidade! E foi perfeito! A visita ao mercado, os mimos comprados e o almoço de boas-vindas! 

Tambaqui: o filé dos filés! O mais saboroso peixe de Manaus!
Eu pedi o que considero (depois de provar vários) o melhor peixe de Manaus: Tambaqui! Já o maridão escolheu o mais famoso dos rios da região: Tucunaré! Os dois, na verdade, são ótimos! Mas eu prefiro o Tambaqui pelo fato da carne dele ser mais macia e suculenta. 

É um filé muito saboroso e vai muito bem com os acompanhamentos servidos, principalmente com a farofa! Se tivesse que compará-lo com outro, diria que o Tambaqui se assemelha à Tilápia. Já o Tucunaré tem mais espinhos e menos carne. 

O Tucunaré, normalmente, é servido com a cabeça. Gostoso, mas tem pouca carne...
Sem falar que o Tucunaré é uma carne mais escura de gosto mais forte. Também não é um pescado tão bonito... rsrs... Mas é bem gostoso e famoso em Manaus.

Tão famoso (e feio) quanto a piranha, que é consumida, basicamente, por turistas. Se você ainda não leu, vale a pena dar uma olhada no relato da minha primeira pescaria, lá na Amazônia. Também foi uma experiência inesquecível!

Mas não é só de peixe que vive um almoço dos deuses. O acompanhamento é bem mais que meio time! E nisso o Mercado de Artesanato de Manaus tem de melhor! O baião de dois então... Acho que só comi tão saboroso lá no Mocotó!

Será que existe algum brasileiro que não curte baião de dois? Duvido! Bom demais!
E não é só a dupla arroz com feijão que é de dar água na boca não! A farinha de mandioca também é uma coisa do outro mundo! E não é somente servida nos restaurantes. A iguaria de primeira categoria também pode ser levada pra casa!

Isso mesmo! O mercado não é só de artesanato! E nas barraquinhas de comida vende-se de tudo: de farinha a melado. Confesso que fiquei com aperto no coração por não ter comprado nada... Mas íamos passear o dia inteiro e ficar carregando peso não era uma opção. 

Não comprei! Mas comi! E bebi! Aliás, que suco delicioso!

Experimentando o famoso suco de cajá! Adorei!
Provei ingredientes novos, praticamente impossíveis de se encontrar aqui em Brasília. Valeu demais! Afinal, o melhor de ser um viajante é isso, não é mesmo? 
---------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gostou desta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo.


Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários