Praga: conhecendo a Gastronomia Tcheca!

By 12:48 ,

Moravian Sparrow, tradicional prato tcheco que comi em Praga!
Estar em Praga e não experimentar a deliciosa culinária local é um contrassenso. E usar como desculpa o fato de você não comer coisas gordurosas, pior ainda! Afinal, que graça teria pedir uma pizza na capital da República Tcheca? Nenhuma.

Tá, sei que na pressa de conhecer os lugares um lanche rápido é sempre a melhor opção... Também comi fast-food em Praga. Tínhamos acabado de chegar na cidade, na qual só ficaríamos 48 horas por conta de um stopover grátis que conseguimos ao comprar a passagem de trem Viena-Berlim.

Com o maridão em Viena, feliz da vida, esperando o trem pra capital da República Tcheca!
E tínhamos que, literalmente, engolir a comida para não perdermos o passeio de barco pelo rio Moldava. Aí vá lá, qualquer sanduíche serve. E valeu mesmo porque a Ponte Carlos é linda e o tour foi ótimo!

Passeio pelo Rio Moldava. A famosa Ponte Charles vista de dentro do barco...
Mas o "sacrilégio" (rsrs...) foi devidamente compensado no jantar! Seguindo a indicação do Márcio, o simpático e atencioso recepcionista brasileiro do Fusion Hotel (que, aliás, eu recomendo), fomos conhecer um autêntico restaurante local.

E que dica! Adoramos por vários motivos! Pra começar o Kolkovna Savarin fica no final de um beco, bem escondidinho, sendo, de fato, frequentado por moradores locais. Isso, pra mim, é sempre um dado relevante. Se é frequentado pela gente de lá é porque é bom!

Essa é a entrada do beco. O restaurante fica lá no final do corredor.
Outra vantagem do Kolkovna Savarin é que a casa serve deliciosos chops artesanais. Nós, inclusive, nem pagamos pela bebida. Apresentamos o cartão que o Márcio nos deu, uma cortesia para duas cervejas grátis. Simplesmente fantásticas!

Eu, que venho de uma família de cervejeiros e que valorizo a produção artesanal, achei as tchecas as melhores cervejas que provei na Europa! Encorpadas, servidas na temperatura ideal e perfeitas para harmonizar com os pratos da culinária tcheca!

Cerveja artesanal tcheca da melhor qualidade!
Uma gastronomia marcante, bem parecida com a alemã e com a austríaca, composta de pratos de sabores fortes e um pouco amargos, que me conquistou a primeira garfada!

Eu pedi um assado de carne de porco temperado com alho e servido com crispy de cebola e repolho roxo refogado. Pra acompanhar, um pão esquisito, meio cru. Uma perfeita combinação de acidez e amargor. Perfeito e muito barato: 159 coroas tchecas ou, convertendo, 5 euros!

Provando o tradicional Moravian Sparrow!
Já o Thiago resolveu comer o clássico rosbife com molho de creme de leite azedo e uma outra versão do pão mal assado, que faz lembrar o gosto do disco árabe. Uma delícia também! E outra pechincha: 179 coroas tchecas ou 6 euros!

Svíčková, o mais famoso prato da gastronomia tcheca!
De sobremesa, como já tínhamos chutado o balde, dividimos um brownie. Talvez esse tenha sido a única decepção. Mas também, quem pede brownies num restaurante tcheco??? Rsrs... Como o maridão é viciado em chocolate, não tive opção.

De sobremesa, brownie. Tudo porque o maridão não dispensa um chocolate...
Se pudesse teria escolhido o Homemade Apple Strudel, que estava com uma cara ótima. Mas, enfim, casamento é isso, né? Rsrs... Ainda sim o saldo foi positivo e o jantar inteiro saiu por, menos de 17 euros! E nós saímos de lá "tristes de tanto comer"... Rsrs...

Sério, saí do Kolkovna Savarin apaixonada pela cozinha tcheca! Tanto que fizemos algo que nunca fazemos: voltamos no dia seguinte para provar o que não conseguimos experimentar! Aliás, esse é outro detalhe.

Brindando ao amor, à vida e à essa incrível viagem!
Além do preço convidativo, as porções do Kolkovna Savarin são extremamente fartas! É muita comida! Só consegui raspar o prato porque já tinha andado demais e precisava, urgentemente, de proteína e carboidrato...

Exagero? Nada disso, caro cozinheiro! Mesmo no frio (pegamos 2 graus Celsius) e com chuva é impossível você não ganhar as ruas de Praga e se apaixonar pela história do lugar! Admito: à primeira vista a cidade pode até parecer sombria e sem vida, mas essa é só uma impressão.

Praga pode até ser cinzenta vista do alto. Mas a capital da República Tcheca é muito mais que isso!
Vai por mim! Praga é muito mais que uma velha cidade cinza. O lugar exala história. É só virar a esquina pra conhecer detalhes de algum acontecimento mundial recente. Foi assim com o Cemitério Judeu.

Estávamos apreciando o show do engraçado relógio astronômico de Praga, na Praça da Cidade Velha, quando vimos no GPS que o cemitério ficava bem perto de lá. E aí a mágica aconteceu. Alguns passos depois já estávamos em outro mundo!

Na Praça da Cidade Velha!
Alguns passos depois: no bairro judeu de Praga.
Nada legal, nem divertido. Mas importante conhecer! Confesso que dá até peso na alma ver, na Sinagoga Pinkas, os nomes dos judeus mortos durante a Segunda Guerra. E o cemitério então? Tenho verdadeira aversão a esses lugares! Mas fui. Faz parte.

Conhecimento é o que nos faz pensar melhor sobre tudo. Você até acha que aquilo nunca vai servir, mas um dia aquela imagem brota na sua mente, no momento mais inusitado e perfeito para aquela recordação.

Conhecendo o Cemitério Judeu de Praga, um dos mais antigos da Europa.
Esse, pra mim, é o grande barato de viajar. E quando o lugar é nada menos que Praga , melhor ainda! Já tinha até escrito no nosso portal de viagem PróximoEmbarque.com sobre a cidade, dizendo que Praga é um museu a céu aberto. E é mesmo.

A cidade milenar, de características arquitetônicas, na maioria, góticas, encanta. Lá eu visitei a igreja mais linda da minha vida! Quem me conhece sabe que sou "Maria Igrejinha". Não posso ver um altar que eu entro e rezo (rsrs)...

Fiquei apaixonada pela Catedral de São Vito! Magnífica!
E foi assim na Catedral de São Vito, que fica dentro do Castelo de Praga! Passeio imperdível e, o melhor, gratuito!

A fortaleza é uma das construções mais antigas e mais parece uma cidade murada. A sensação é a de ter voltado no tempo e estar visitando um feudo medieval.

O Castelo de Praga é uma enorme cidade murada. Visita imperdível!
Ah, já estava esquecendo: não deixe de provar as deliciosas comidas de rua! Existem algumas feirinhas espalhadas pela cidade! A mais famosa é a da Praça da Cidade Velha. Lá, bem pertinho do relógio astronômico, ficam barraquinhas vendendo iguarias locais.

As barraquinhas e as carruagens (para turistas) na Praça da Cidade Velha de Praga.
Difícil conhecer Praga e não provar um belo pedaço de carne!
Você poderá provar o famoso porco no rolete (churrasco de porco assado na brasa) e o Trdelník, tradicional doce tcheco!

           

A típica sobremesa nada mais é que um tubo polvilhado com açúcar e canela de gosto bem parecido com a da massa do pretzel.

As barraquinhas vendendo Trdelník estão espalhadas por toda a cidade!
Vai um Trdelník aí? Adoramos o tradicional doce de Praga!
O Trdelník é servido quente e pode ser recheado de sorvete, Nutella, geléia... Vai do gosto do freguês. O doce, que originalmente, começou a ser fabricado na Transilvânia (Romênia) é hoje a cara de Praga! Impossível não provar um desses!

Veja como outros detalhes do nosso tour pela capital da República Tcheca no clipe do Próximo Embarque sobre Praga:

           

------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nós te ajudamos com esta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo.


Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários