Pastel luso-brasileiro do Hocca Bar!

By 18:40 , ,

Pastel luso-brasileiro do Hocca bar, no Mercadão Paulistano! Foto: Hocca Bar / divulgação.
Comer um legítimo pastel luso-brasileiro bem no centro de São Paulo é um dos privilégios de se viver nessa pátria tão diversificada. E tudo isso é fruto de uma palavrinha pequena e complexa: i-mi-gra-ção.

E essa entrada de estrangeiros no país não é novidade para ninguém: basta olhar pro lado, analisar a fisionomia das pessoas e perceber o fenômeno. Rsrs... Pois é, recebemos, desde o final do século XIX, cidadãos de várias partes desse mundão de meu Deus.

Cartaz publicitário da Hamburg-Sud, empresa alemã que fazia a rota Hamburgo-América do Sul. Foto: acervo digital do Museu da Imigração.
Segundo o IBGE, por conta desse processo, entraram no Brasil, de 1889 a 1933, quase 4 milhões de pessoas, de diferentes nacionalidades. E na bagagem delas, além da esperança de um futuro melhor, as alegrias cotidianas que hoje também podemos chamar de nossas.

Foi assim com o pastel de bacalhau da dona Maria de Deus Ferreira. Na década de 50, a portuguesa, o marido e o filho deixaram Coimbra e desembarcaram em São Paulo. E, encantados pelo intenso florescimento da capital, resolveram dar o grande passo para começar a vida no novo continente: montar um negócio!

Dona Maria Ferreira e o marido! Capital paulista, década de 50... Foto: Hocca Bar / divulgação.

Mas fazer o que num cenário tão diferente do deles? Simples: mostrar pro mundo o que eles tem de melhor! 
E foi dessa vontade que, em 1952, inauguraram o Hocca Bar. O comércio foi montado no espaço que, nos anos 30, abrigou o primeiro boteco do Mercadão Paulistano, o São Jorge.

Com o endereço certo (rua G, número 7) faltava o produto. Foi aí que, naturalmente, o sentimento falou mais alto e a tradição portuguesa ganhou a cozinha do bar! Dona Maria começou a fazer os famosos bolinhos de bacalhau.

Quem podia imaginar que o famoso bolinho iria virar pastel? Foto: Hocca Bar / divulgação.
Rapidamente essa delícia se tornou popular e os clientes, a grande maioria operários, começaram a pedir algo que tivesse um sabor parecido mas que fosse ainda mais recheado. E a receita centenária ganhou uma versão tupiniquim: o famoso pastel de bacalhau  que tanto agrada a freguesia!

Pastel de bacalhau do Hocca Bar! Foto: Hocca Bar / divulgação.
Sucesso que pode ser facilmente comprovado! Diariamente clientes cativos lotam os salões das três lojas do Hocca Bar instaladas na capital. Fama que aguçou ainda mais a minha curiosidade! Por causa disso, durante meu tour pela cidade, fiz questão de conhecer a matriz instalada no Mercado Municipal.

Conhecendo o Hocca Bar do Mercado Municipal de São Paulo!
Aliás, como ir à Sampa e não visitar o Mercadão? Tarefa praticamente impossível para um cozinheiro que se preze, né? Rsrs...

Toda a imponência do belíssimo Mercadão Paulistano!
Pois é, lá é incrível! Os vitrais então... Sou apaixonada por arte e valorizo bastante esses detalhes que deixam o espaço ainda mais belo!

Um dos belos vitrais que adornam o mercadão!
Colorido que hoje também faz parte do Hocca Bar! Com o passar dos anos o cardápio deles foi ganhando outros itens especiais, a começar pelas inúmeras variações do famoso pastel. Se você não curte bacalhau, sem problema. Tem pastel de queijo, de carne, de camarão, de salmão, de frango, marguerita... Todos incríveis! Eu provei o de camarão e adorei!

Pastel de camarão com creme de queijo do Hocca Bar: uma delícia! Foto: Hocca Bar / divulgação.
E a nova roupagem virou até sobremesa! Para os mais corajosos (digo, gulosos) que conseguirem encarar um "segundo turno" tem até pastel de banana com doce de leite! Bem brasileiro!

Pastel de banana com doce de leite! Foto: Hocca Bar / divulgação.
Mas não é só de pastel que vive o Hocca Bar. Pelo contrário! O espaço também é famoso por servir um sanduíche de mortadela tamanho gigante! Simples e incrivelmente delicioso! O melhor que já comi em toda a minha vida!

Sanduíche de mortadela tradicional do Hocca Bar saindo da chapa... Foto: Hocca Bar / divulgação.
Essa foi a versão de mortadela que eu provei, com queijo, alface e tomate!
Um lanche tradicional que no Hocca Bar também ganhou versões inusitadas! E os cozinheiros de lá foram tão felizes que tem até sanduíche vegetariano (que só é servido no Hocca Bar dos shoppings)! E ainda um especial pra quem não está a fim de chutar o balde... Rsrs...

Filet de frango pra quem não consegue deixar de contar calorias... Rsrs... Foto: Hocca Bar / divulgação.
Detalhe: se você não é de comer muito, fique atento ao seu pedido! A dica é dividir o pastel ou o sanduíche com alguém porque é muita coisa! Eu fui com os meus colegas do curso de cozinheiro do Senac Minas. Pedimos vários item e cada um provou um pouquinho...

Com os meus colegas cozinheiros no Hocca Bar do Mercadão Municipal Paulistano!
Tudo muito bom! A única desvantagem é que lá no Mercadão Paulistano o Hocca Bar está sempre lotado. Ou seja, haja paciência para enfrentar a fila do caixa, esperar pelo pedido e ainda ter disposição para comer em pé...

No Hocca Bar está sempre assim: lotado!
Eu não ligo, mas há quem se incomode... Por causa disso, a dica é chegar cedo, bem antes do almoço, e tentar conseguir um espaço no Hocca Bar que fica no mezanino do mercado. Lá existem mais mesas é é mais confortável que comer na loja do primeiro piso.

Mezanino do Hocca Bar no Mercado Municipal. Foto: reprodução tour virtual / HoccaBar.com.br
Mas não se esqueça: bem mais cedo é bem mais cedo mesmo! Lá fica impraticável na hora do almoço e o atendimento costuma não ser dos melhores. Eu preferi enfrentar a confusão do box situado no primeiro piso porque estava menos lotado. E valeu apesar da falta de conforto! 

Enfrentando a fila pra comprar pastel...
A massa dos pastéis é sequinha, o bolinho de bacalhau não é gorduroso, a mortadela Ceratti é deliciosa e o sanduíche prima pelo sabor!

Vai um sanduíche de mortadela aí?
E não sou só eu que penso assim. Em 2006 as principais receitas do Hocca Bar tiveram notoriedade comprovada! Eles ganharam a Medalha José de Anchieta da Câmara Municipal de São Paulo por incentivarem o turismo na cidade. 

O merecido reconhecimento fez do pastel de bacalhau e do lanche de mortadela dois símbolos da capital paulista! E é por conta de tudo isso eu recomendo: o Hocca Bar é visita imperdível para os amantes da gastronomia!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nós te ajudamos com esta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários