O Mercadão Paulistano

By 23:57 , ,

Mercadão da capital paulista!
Não foi a primeira vez que estive na capital paulista mas, em 2010, foi a primeira vez que visitei o Mercado Municipal Paulistano. O Mercadão, como é mais conhecido, é parada obrigatória para  quem gosta de comer ou de cozinhar...

Por um motivo bem simples: lá se encontra de tudo! São verduras, legumes, frutas, carnes, aves, peixes, frutos do mar...

Banca de peixes desidratados... Aqui se encontra de tudo!
E quando você pensa que acabou (na verdade o que acaba mesmo é o seu dinheiro) você se depara com chamativas bancas de massas, doces, especiarias e produtos importados de primeira linha.

Sério? Pense em algo que você gosta muito e que raramente encontra pra comprar... Lá tem! Com certeza você vai encontrar! E o melhor? Com um bom preço! Aliás, pra mim, essa é a grande vantagem do Mercadão em relação ao Mercado Central de BH: o preço!

Conservas a um preço super acessível!
Na maior feira da capital mineira os produtos também são de qualidade e é possível encontrar produtos raros, mas tudo é o olho da cara! No Mercado Municipal Paulistano o sonho é bem mais palpável! Rsrs...

Tem como levar pra casa aqueles luxos praticamente inatingíveis!!! Eu mesma fiquei louca na banca de queijos. Como boa mineira não dispenso um "queijim"... E lá o que não faltam são excelentes opções! Algumas delas eu nunca tinha provado... Amei! 

Queijos de qualidade e a preços bem acessíveis!
Mas como não é só de queijo que vive esse corpinho mignon fui atrás dos alimentos saudáveis... Ou melhor, eles me fisgaram. Pelo cheiro. Como não seguir aquele perfumado aroma? Guiada pela cítrica fragrância cheguei na mais colorida de todas as barracas: a de frutas naturais. 

E se engana quem pensa que é a mesma sensação de fazer uma feira. Não é de jeito nenhum! A não ser que perto da sua casa você encontre tanta variedade como a da foto abaixo. Pelo menos no sacolão perto da minha casa não tem nem um terço das frutas que vi...

Colorido e perfume que chamam atenção!
Uma das frutas exóticas que conheci e comi foi a Pitaya Amarela. Eu sequer tinha ouvido  falar nela. É chamada de fruta do dragão porque seus gomos se assemelham às escamas do bicho. Tem um gosto muito parecido com kiwi e preço salgado.

Na época, em 2010, estava custando R$ 120,00 o quilo, o que significa dizer que cada frutinha amarela chegava a custar R$ 35,00. Realmente muito caro. Mas essa Vida de Cozinheiro é assim mesmo: eu tinha que provar!!!

Pitaya Amarela...
Outra extravagância que deu muita vontade de levar pra casa foi o famoso presunto "Pata Negra". Pendurado em diversas bancas, balançando (bem ao estilo da propaganda "compre Baton") a peça estava irresistível! Mas, infelizmente, o dinheiro não deu... Pra quem está achando que sou "pão dura" esclareço: um Pata Negra pode chegar a custar R$ 2.000,00...

O cobiçado Pata Negra "namorando" com o freguês...
Preferi ser mais modesta, afinal esta era a minha primeira parada e ainda tinha muita coisa pra ver na capital paulista. Sendo assim, comprei apenas especiarias raras a preços inacreditáveis! Valeu muito porque, pra mim, os condimentos são o "segredo do sucesso" de qualquer prato...

Opções de embutidos e temperos também não faltam...
O local, inaugurado em 25 de janeiro de 1933, possui ainda um espaço gastronômico, que oferece ao visitante a oportunidade de degustar saborosos pratos ali mesmo. Opções para todos os gostos e bolsos!

O Mercado de São Paulo é ponto de encontro de moradores e visita imperdível para quem passeia pela capital!
Um dos mais procurados é o Hocca Bar, por conta do sanduíche de mortadela. Fabuloso, realmente! Experimentei também o bolinho de bacalhau... Perfeito!

Sanduíche de mortadela do "Hocca Bar"!
Sem falar que a beleza arquitetônica do prédio e a riqueza de cores dos vitrais encantam... Ao todo, são 32 painéis subdivididos em 72 lindos vitrais, feitos pelo artista russo Conrado Sorgenicht Filho, famoso pelo trabalho realizado na Catedral da Sé.

Vitral do Mercado Municipal Paulistano: obra de arte!
Detalhe que impressiona!
E não é só por dentro que o Mercadão encanta... Da rua o prédio é uma verdadeira obra de arte! A grandiosa e imponente arquitetura, sem dúvida, chama a atenção de todos!

Tem como não reparar neste prédio???
Até de quem não está ali interessado em cozinhar ou comer, já que a feira fica bem perto da   movimentada 25 de Março, a famosa rua dos sacoleiros... 

A famosa 25 de Março...
 E um detalhe importante: neste Carnaval 2016 o Mercadão só fecha na terça-feira. Ou seja, vai dar tempo de curtir a melhor feira paulistana neste feriado! O Mercado Municipal está aberto no sábado (de 6h às 18h), no domingo (de 6h às 16h) e na segunda (de 6h às 18h). 

Curtindo com as amigas e grandes cozinheiras: Tatiane de Oliveira, Suzi Chaves e Patricia Alves.
Lembrando que você não paga nada para entrar no prédio, ok? Só não é permitida a entrada de animais de estimação e a explicação é válida: vai contra as boas práticas de higiene determinadas pela Secretaria Municipal de Saúde. 

Para chegar ao mercado é bem fácil. Basta seguir as instruções existentes no site oficial. Ou se orientar pelo Google Maps:


-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nós te ajudamos com esta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários