Harry Potter e a Cerveja Amanteigada

By 12:30 , , ,

Experimentando a famosa cerveja amanteigada...
Tem cara de cerveja, mas não é. Aliás, no mundo do Harry Potter, criado pela Universal Studios nos seus dois parques temáticos em Orlando, na Flórida, truques é o que não faltam. Todos bem divertidos! E o mais legal: alguns feitos por nós, pobres mortais...

Escolhendo a minha varinha...
Mariana Granger e seus feitiços!!! Hermione que se cuide... kkk...
Basta comprar uma varinha mágica na famosa loja Ollivanders (que custa a partir de US$ 40,00), se posicionar em um dos pontos indicados no chão e mandar ver! Garanto que, em Hogsmeade, no Islands of Adventure, a movimentação "sobrenatural" dos elementos dispostos nas vitrines das lojas, ao toque de um simples pedaço de madeira, vai te fazer sorrir... A Ollivanders pode ser encontrada tanto no Islands of Adventure quanto na Universal Studios e, sem dúvida, são dois locais que valem a visita!

Este é o símbolo que identifica onde a sua varinha mágica pode ser usada...
O mesmo acontece com a fonte mágica, bem no meio do pátio do Diagon Alley, na Universal Studios, na qual crianças e adultos se divertem fazendo a água brotar "do nada"...  

Tem como não se empolgar e dar uma de bruxo na frente de todos???
Porque sim, esse é o mote do lugar! Essa vontade intrínseca de poder "fazer e acontecer" e a possibilidade de realizar sonhos mirabolantes deixam essa terra ainda mais encantada! Duas regiões que se tornaram os pontos mais visitados dos dois parques (o Islands of Adventure e a Universal Studios).

Dois mundos ligados por uma locomotiva mágica, bem ao estilo Harry Potter... Mas não se esqueça: só pode embarcar no Hogwarts Express (tanto na Hogsmeade Station do Islands of Adventure quanto na King's Cross Station da Universal Studios) quem adquirir, lá na entrada principal de um dos parques, o ingresso park-to-park, ok? 

Na ficção, o trem sai de Londres para Hogsmead, levando os alunos para a escola. Em Orlando, o trem liga o Universal Studios ao Islands of Adventure, nos dois sentidos.
Esse tipo de passe te permite conhecer os dois parques vizinhos em um único dia. Eu não comprei este ticket porque acho que é muita atração pra pouco tempo e só para andar no trem não vale a pena... 

Com o maridão, meu companheiro de jornada...
Optamos por comprar um ingresso que nos permitiu visitar, por 7 dias corridos, os dois parques da Universal. Adorei porque deu pra ir dois dias em cada parque e conhecer, com calma, todas as atrações! Detalhe: não fomos mais vezes em cada parque porque, apesar de termos ficado 28 dias na Flórida, tínhamos muita coisa pra ver!!! 

Embarque do Hogwarts Express: privilégio de quem compra o ingresso park-to-park
Depois de visitar os dois, pra mim, o mais bacana dos mundos fica no Islands of Adventure, também conhecido como o "Parque do Harry Potter". Lá, os fãs da série passeiam por Hogsmeade, o único povoado inteiramente mágico da Grã Bretanha.

Dúvida cruel: o que visitar primeiro? Rsrs...
Andar por ruas estreitas e se surpreender a cada curva do caminho é, sem dúvida, algo mágico! Difícil não enlouquecer! Meu marido já não aguentava mais ter que tirar foto minha a cada novo cenário... Rsrs... Comprar então, nem se fala! Não sou de ficar entrando em loja, mas ali foi impossível resistir à tentação!

Ah, se coubesse na mala... Esse caldeirão deu vontade de levar pra casa... Rsrs...
Infelizmente não deu pra trazer todo esse mundo na mala... Mas o que vimos, comemos e as brincadeiras que fizemos são, pra mim, os verdadeiros presentes que levo dessa vida! Uma viagem que marcou, pra sempre, nossos corações...

... e a minha cabeça... Porque andar por aí com um chapéu falante não tem preço!!! Rsrs... Ou melhor, tem sim: US$ 50,00. Alegria que durou muito pouco. Não tive coragem de dar tanto dinheiro em um souvenir... Mas valeu a foto!
O percurso em Hogsmeade, no Islands of Adventure, tem como ponto de chegada o imponente castelo de Hogwarts, onde encontramos uma das atrações mais procuradas: Harry Potter and the Forbidden Journey! Só pela fila, na qual você percorre os corredores da Escola de Magia e Bruxaria,  já vale a visita...

Hogwarts: imponente e rica em detalhes!
Depois, dentro do local onde grande parte das aventuras do jovem bruxo acontece, você embarca em uma emocionante jornada ao lado dos principais personagens da série. Através do uso de uma tecnologia que mistura simulador de voo e efeitos especiais pode-se, literalmente, ficar cara-a-cara com criaturas mágicas! A sensação de estar participando de um torneio de quadribol é indescritível! É como entrar na tela do cinema montado numa vassoura "Firebolt". Incrivelmente bem feito!

A sensação é a de estar aí, juntinho com o Harry Potter... Foto: Universal Studios
Dica: se você é fã dos livros da escritora J.K. Rowling mas não gosta de simuladores, pode pedir a algum funcionário que esteja na entrada do brinquedo para fazer o Castle Tour. Assim você visita o castelo de Hogwarts sem precisar ir na atração.

Passada a experiência do voo, resolvi criar coragem e encarar a temida montanha-russa dos dragões... 

A cara de feliz é só mesmo antes de entrar... O dragão vermelho me deixou tonta... Mas não entreguei os pontos! Voltei pra fila e fui no azul! Bom demais! Recomendo!
A "Dragon Challenge" é dividida em duas e os trajetos levam os nomes das espécies de dragões descritas no livro: a Chinese Fireball (vermelha) e a Hungarian Horntail (azul). As duas são bem radicais: você é preso pelo tórax e fica com os pés balançando!

E, claro, elas fazem percursos diferentes, tendo como inspiração o torneio tribruxo "Triwizard Tournament", disputa entre as três maiores escolas européias de bruxaria: Hogwarts, Beauxbatons e Durmstrang. De fora dá pra ver que os trilhos se entrelaçam, dando a sensação de que os carrinhos vão colidir...

E aí, dá pra encarar???
Saindo da montanha-russa, pela segunda vez (rsrs...) vi que precisava de uma cerveja! Afinal, já tava tonta mesmo... Foi aí que eu pensei: por que não experimentar a famosa bebida amanteigada? Acho que estava tão doida por conta dos inúmeros loopings que nem atinei que o líquido dos deuses estava sendo vendido ali, bem no meio da praça de um parque de diversões e, portanto, obviamente, não poderia conter álcool... Santa ignorância!!!

Carrinho da ButterBeer bem no centro de Hogsmeade...
É claro que não podia ser cerveja! Mas estava tão quente e o meu mundo girando tanto que eu nem pensei em nada. Meu único desejo, naquele momento,  era tomar o primeiro gole... E acredito que tenha sido por conta disso a minha decepção. Detestei!

Líquido dos deuses? Não mesmo!!!
Meu marido não achou a cerveja amanteigada tão ruim assim. Acredito que a minha leseira deixou a bebida um pouco pior do que ela realmente é. Afinal, imaginem a cena: eu morrendo de calor, "seca" na cerveja artesanal, aquele copo suado bem na minha frente, tudo lindo, até a primeira golada: em vez de refrescância, sinto gosto de sorvete de baunilha na boca.

Butterbeer: só valeu a experiência...
Pra começo de conversa, detesto sorvete industrializado. Ainda mais tão doce quanto aquele. Não, de fato, não era cerveja. Aliás, pra mim, a famosa cerveja do Harry Potter só pode ser considerada uma bebida porque é uma preparação líquida.

Eu não quis comprar a caneca de plástico. Preferi o descartável. Mas, se você quiser levar o souvenir pra casa tem jeito. Em vez de US$ 4,59 você vai pagar US$ 12,00. Eu acho que não vale o preço... Foto: Universal Studios
Porque se tivesse que defini-la seria mais ou menos assim: doce, sem graça, com gosto de papinha de biscoito. Foram os cinco dólares mais mal gastos de toda a viagem...

E o pior: de tão ruim, a bebida me deixou enjoada. Tanto que nem consegui entrar no Three BroomSticks. No livro, o "Três Vassouras" é apenas um bar mas, no Islands of Adventure, o famoso restaurante (que fica bem em frente ao carro da Butterbeer) é um ótimo local par a se comer...

Nada de fast-food padrão! O restaurante das Três Vassouras, no Island of Adventure, é um excelente lugar para se comer o famoso prato típico inglês: peixe com batatas!
Não comi "Fish and Chips" mas valeu a experiência! E isso é o mais legal de ser um cozinheiro curioso: querer (e poder) provar novos sabores. Uma inusitada combinação que não me arrancou sorrisos, confesso. Mas rendeu uma ótima história no VidaDeCozinheiro.com (rsrs).

E é isso que a gente leva da vida, não é mesmo? Ah, as outras fantásticas bebidas que provei neste mundo mágico você confere no próximo post, ok?

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nós te ajudamos com esta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários