Conserva de Jiló!

Por sexta-feira, 31 de outubro de 2014 , ,

Conserva de jiló, uma ótima opção de entrada!
Inventei essa receita meio que por acaso. Na casa da minha mãe, lá em Nova Lima, tem uma horta linda cuidada com muito amor e carinho por nosso querido jardineiro, o Pedro.

Nós plantamos um pouco de tudo. E, mesmo sendo pequena, a horta acaba sempre produzindo mais do que conseguimos consumir... Foi o que aconteceu com o jiló: amadureceu e não o colhemos.

Aí ficou aquele fruto lindo no pé. Bem vermelho! Nunca tinha comido jiló maduro, mas resolvi colhê-lo e testar uma preparação!

Jiló maduro direto da horta da mamãe, em Nova Lima!
E ficou uma delícia! Segui a mesma lógica da minha receita de conserva de berinjela. Muito fácil de fazer!

Para uma quantidade que serve bem duas pessoas você vai precisar:

- 4 jilós maduros (e vermelhos)
- 50 ml de azeite
- um punhado de salsinha
- 1 cebola picada em cubos (brunoise)
- 100 gramas de passas brancas
- 1 pimentão amarelo picado em cubos (brunoise)
- 1 colher de sopa de aceto balsâmico
- sal e pimenta do reino para temperar

Não substitua o azeite por óleo, ok? Foto: Foodista/Flickr
Ingredientes separados, panela no fogão e mãos à obra! Em fogo médio, coloque o azeite, o sal (eu só uso o meu Tempero Verde) e a cebola. Quando ela começar a murchar, acrescente os pimentões e o jiló. Mexa bem.

Coloque o aceto balsâmico e cozinhe a mistura por uns 3 minutinhos. O suficiente para deixar os legumes macios e reduzir a acidez do vinagre.

Se não tiver salsinha pode usar a cebolinha da horta!
Em seguida, coloque a salsinha picada (se você preferir, pode substituí-la por coentro ou cebolinha), as passas e a pimenta do reino (de preferência, moída na hora!).

Desligue o fogo, prove e, se necessário, coloque mais sal. Pronto! É só servir, quente ou frio, como acompanhamento de pães (o meu integral é uma delícia!), biscoitos ou até mesmo de massas.

Melhor usar o pimentão verde orgânico que o amarelo do supermercado.
Detalhe: eu nunca encontrei, em nenhum hipermercado ou feira, jiló vermelho. Fiz essa receita porque tenho um pé de jiló em minha horta.

Também não sei se o jiló verde que conseguimos comprar acaba ficando vermelho se deixarmos lá na geladeira por muito tempo. Nunca fiz esse teste, mas confesso que, escrevendo esse post, fiquei curiosa e vou testar! Assim que tiver o resultado conto pra você!

Vovó Neném adora a horta da mamãe e sempre que pode vira ajudante do seu Pedro!
Ah, caso você não consiga fazer com jiló aproveite a receita substituindo o legume por outro de sua preferência, ok?

Pra mim, fica muito bom com berinjela e abobrinha. Principalmente quando faço com os legumes da horta da mamãe!

Conserva de berinjela, uma pastinha que combina até com arroz!
E uma última dica: independentemente dos ingredientes nunca se esqueça que cozinhar é muito mais criatividade do que receita! Por isso tente, invente!

O mesmo vale para o acompanhamento da conserva. Você pode servi-la com pães (eu sempre faço o meu de abobrinha) e até mesmo como acompanhamento de um arroz branco num churrasco. Tenho certeza que também vai fazer sucesso!
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gostou desta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo!

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

2 comentários

  1. Olá, adorei a idéia. Vou testar hoje mesmo, tenho um pezinho de jiló em casa e vários frutos já estão vermelhos. Sabe me dizer se eu fizer em uma quantidade maior como conservar? Será que aguenta muito tempo fora da geladeira para ter sempre à mesa, sabe?

    ResponderExcluir
  2. Ei, Jaqueline! Que bacana que vc gostou e vai testar! Horta em casa é tudo de bom, né? Seguinte, pra sua conserva durar mais tempo é só seguir uns cuidados como esterilizar o vidro que será usado para colocar a conserva. É bem simples. É só lavar bem o vidro (e a tampa) com detergente neutro e depois deixá-lo imerso, uns 3 minutos, em água fervente. Feito isso, com o auxílio de uma pinça de cozinha ou usando uma luva (a ideia é não colocar a mão no recipiente), coloque o vidro para escorrer, de boca pra baixo, em cima de um pano de prato limpo. Depois de escorrida a água (sem enxugar o vidro) você pode guardar a conserva nele. Mas não deixe a conserva em temperatura ambiente, ok? O ideal é mantê-la sempre na geladeira. A minha chegou a durar 3 meses. É só tomar a precaução de sempre serví-la com uma colher limpa, nunca deixar o vidro destampado e levar a conserva à mesa em pequenas porções, servidas em outro recipiente. Tenho certeza que será um sucesso! Depois me mande as fotos, ok? Precisando, Jaqueline, conte sempre com a gente! Grande abraço!

    ResponderExcluir