Frango, quiabo e angu... Moeda: uma bela vista e comida boa!!!

By 21:24 , , , ,

Topo do Mundo: pra mim, a melhor vista da Serra da Moeda!

Pra quem ainda não sabe, sou mineira, de Belo Horizonte, e "respiro" muito deste Estado, principalmente as cidades de Nova Lima e Itabirito, casa da minha mãe e do meu pai. As duas localidades apresentam belezas inestimáveis e hoje vou falar de uma delas.

E já que todo mineiro é louco com uma praia, começo pelo meu "descanso de vista", a Serra da Moeda, o verdadeiro mar mineiro...

Mar do mineiro! Paisagem que descansa o olhar!
Pela foto já dá pra entender: a Serra da Moeda é sim o grande cartão postal da região. Linda!!!! Com altitudes médias de 1.100 metros, ela é um importante divisor de águas das bacias dos rios Paraopeba e das Velhas.

Serra da Moeda: linda de se ver!!!
Esta formação rochosa engloba, praticamente, todas as unidades geológicas do Quadrilátero Ferrífero e estende-se por, aproximadamente, 40 Km. Situada nos biomas de Mata Atlântica e Cerrado, esta cadeia de montanhas tem uma das maiores diversidades florísticas das Américas.

Delicadeza que encanta... Simplesmente maravilhosa!!!
A Serra da Moeda tem esse nome porque o início do município (de Moeda), no século XVIII, se deu com a abertura de uma fábrica clandestina de cunhagem de moedas, no distrito do que hoje chamamos de Moeda Velha.

Ruínas da antiga fábrica de cunhagem de moedas no distrito de Moeda Velha, em Moeda.
Quando a "empresa" foi descoberta e os sócios punidos, o local ficou conhecido como a "Fazenda de Moedas". A fama se espalhou rapidamente e, como mineiro gosta muito de santo, a cidade ganhou o nome de São Caetano da Moeda que, mais tarde, passou a ser chamada só de "Moeda".


Para chegar ao local é muito fácil. Saindo de BH é só seguir a BR 040 em direção ao Rio de Janeiro. Depois de cerca de 50 quilômetros, no trevo de Moeda (existe placa indicando) você vai sair da BR 040 e pegar a estrada que leva ao povoado.

Estradinha que nos leva à cidade de Moeda.
O caminho já é um passeio incrível! A tortuosa estradinha que contorna o mar de montanhas é simplesmente maravilhosa! Dica: por ser perigosa (e linda!) dirija bem devegar, curtindo cada curva do caminho!

Adoro dirigir aqui!!!
Chegando à cidade a primeira coisa que se vê é o túnel que divide o centro do resto de Moeda.

Passando pelo túnel chegamos ao centro de Moeda.
A região central é, na verdade, uma única rua! De um lado a belíssima estação de trem (que está ativa mas que, infelizmente, só recebe trens da MRS que transportam minério).

A charmosa estação da cidade de Moeda...
Do outro, as principais lojas da região....

Comércio principal de Moeda.
Um "centro" de apenas uma rua, mas bem charmoso!

Ao fundo a bela estação de trem. Em frende ao prédio, em um nível mais baixo, a rua principal de Moeda...
Afastando um pouco da rua principal, cerca de 15 km em estrada de terra, chegamos (depois de passar por belíssimas paisagens) ao povoado de Moeda Velha, onde tudo começou (como já disse, lá que eram cunhadas as moedas).

Bem-vindos à Moeda Velha!
O distrito é, basicamente, uma única praça! No espaço, além do que restou da antiga fábrica, estão a charmosa Igreja de São Caetano de Moeda Velha (que, nos fundos, abriga o cemitério da região), um armazém (tipo aquelas vendinhas típicas de cidade do interior onde se encontra de tudo) e a grande estrela deste post, o restaurante Casa da Moeda Velha!

Por conta da boa comida, o restaurante ficou famoso na região!
Igreja de São Caetano do distrito de Moeda Velha.
Porque sim, não posso falar da região sem falar da belíssima comida feita Malbia e da linda vista que você contempla durante o banquete...

Quintal do Restaurante Casa da Moeda Velha... Verde que encanta e acalma!
O restaurante ficou famoso por conta do ambiente hospitaleiro, do fogão a lenha e da bela comida caseira...

O fogão a lenha dá um charme todo especial ao lugar!
Como fica um pouco afastado da cidade, em meio à belíssimas trilhas o local virou meio que um ponto de encontro dos amantes de esportes de aventura, como os ciclistas, os motociclistas e os jipeiros...

Belas montanhas vistas da cozinha da Malbia...
Tanto que é difícil encontrar quem chegue ao restaurante, coma e logo vá embora... A Casa da Moeda Velha é um espaço para os amantes do Slow Food...

É ou não muito aconchegante??? Adoro!
Entre as iguarias do cardápio do restaurante Casa da Moeda Velha, cito as minhas preferidas: feijão tropeiro com costelinha e frango com quiabo e angu...

Frango com quiabo e angu do restaurante Casa da Moeda Velha.
Lá é possível não só apreciar uma bela comida quanto conhecer um pouco da história das Gerais! Um restaurante que, pelo conjunto da obre, sem dúvida vale a visita!

Costelinha de porco e feijão tropeiro do restaurante Casa da Moeda Velha.
Se te deu vontade de comer essas "preciosidades", se programe para dar um pulinho lá! Tenho certeza que você não vai se arrepender! Mas enquanto este dia não chega, você pode repetir essas delícias em casa!

No post "Frango, Quiabo e Angu - a Receita" você confere a minha versão do típico prato mineiro: frango de molho, quiabo e angu. Quem sou eu pra querer cozinhar melhor que a Malbia, mas minhas receitas também são especiais... Todas passadas pela vovó Neném, cozinheira de mão cheia!
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nós te ajudamos com esta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo.

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários