Rabada deliciosa!

Por quarta-feira, 22 de maio de 2013 , ,

Nem precisa de mais nada, só de um arroz bem feito...
Fazer rabada não é complicado. O mais difícil é escolher a carne. Evite comprar pedaços muito gordurosos. Aliás, esse negócio de comprar carne é algo mais importante do que você pode imaginar.

Eu já declarei aqui que prefiro fazer amizade com o meu açougueiro que com o meu cabeleireiro. Isso porque conhecer os cortes, descobrir o dia de entrega da carne fresca e saber como substituir uma peça cara por outra mais barata é essencial à vida de qualquer cozinheiro!

Para comprar a rabada eu tive sorte já que esse corte não é vendido no açougue perto da minha casa. Fui ao Extra da Ceilândia, no DF, e ao chegar no setor de carnes resolvi chamar o atendente pra ver se podia selecionar os melhores pedaços, já que a carne estava embalada.

A senhora que me recebeu foi muuuuitoooo educada. Separou as postas mais bonitas e com menos gordura... Saí de lá bem satisfeita...

A rabada tem que estar assim: corada e com pouca gordura...
A vantagem desse corte é que, além de muito saboroso, é um produto barato. Paguei R$ 8,50 no quilo da rabada. E, apesar do visual um pouco assustador (por conta da gordura e do osso), é uma carne que não tem muito mistério.

Com poucos cuidados sua preparação vai dar certo! A primeira dica é básica para toda carne gordurosa ou com osso: antes de cozinhá-la é importante escaldá-la na água fervendo. Só pra limpar mesmo...

Escaldando a rabada...
Feito isso, tempere a gosto. Eu coloquei um pouco de pimenta do reino moída na hora, sal e alho. Normalmente uso o meu tempero verde mas fiz a receita na casa da minha sogra e lá não tinha do meu tempero.

Não coloque muito tempero com gosto marcante para não "roubar" o sabor característico da rabada, ok?
Para deixar o molho ainda mais bonito, acrescentei um pouco de colorífico. Aliás, especiarias são sempre bem vindas, principalmente quando se cozinha uma carne de gosto marcante! Pode ficar muito bom misturar vários temperos. Tudo vai depender da sua criatividade e do seu paladar!

Acrescentando o colorífico...
Pela primeira vez resolvi fazer a receita na panela de pressão elétrica. Gostei. Demora quase que o mesmo tempo, mas o cozimento é silencioso, o que faz toda a diferença...

Panela de pressão elétrica é um item indispensável em minha cozinha!
Para dourar a carne na panela de pressão elétrica (a minha é da FunKitchen, comprada no Shoptime) é só selecionar a função do mesmo nome no painel digital, localizado na parte frontal da panela.

Dourando a carne...
Depois de dourar a carne, acrescentei os pedaços de tomate, cebola e pimentão verde. A quantidade de legumes fica ao gosto do cozinheiro. tem gente que não gosta de cebola, tem gente que nem curte pimentão...

No meu caso, para um quilo de rabada usei três tomates, duas cebolas e meio pimentão (não gosto de colocar muito porque acho que o gosto fica muito forte).

Depois de acrescentar os legumes é só fechar a panela e selecionar o modo "pressão". Como a carne da rabada é muito dura são necessários, pelo menos, 50 minutos para cozinhá-la.

Quase pronta!
Meu sogro gosta da carne soltando do osso, já meu amor gosta um pouco mais firme... Acabei deixando uma hora e ela não ficou nem desmanchando e nem dura demais. acho que acabei agradando os dois... Rsrs...

Pra acompanhar, um arroz branco, feito na hora ou, até mesmo, um bom arroz integral! Tem coisa melhor??? De sobremesa eu sempre faço minha mousse de limão porque é uma receita fácil e rápida de fazer. Casa bem com a rabada e a família adora!

Só arroz como acompanhamento já é suficiente... Uma delícia!
Espero que você aproveite a dica e faça sucesso com os pratos também! Bom apetite!!!

Ah, pra variar, mostrar essa receita pra você não teria sido possível sem a ajuda da minha sogra, Maria do Socorro Sousa, da minha cunhadinha, Julianne Sousa e do meu amor, Thiago Interaminense, fotógrafo oficial do "Vida de Cozinheiro". Muito obrigada, família linda que eu amo demais!!!!

LEIA TAMBÉM:
. Um jeito prático e moderno de fazer arroz!
. Tempero verde da vovó Neném!
. Substitua e economize: carne boa não tem que ser cara!
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Gostou desta postagem? Então siga o Vida de Cozinheiro nas Redes Sociais e ajude a divulgar o nosso trabalho compartilhando este conteúdo!

[Facebook] [Instagram] [Twitter] [Pinterest]

Toda nossa obra é oferecida gratuitamente aos leitores.

Você também pode gostar!

0 comentários